16 de dez de 2013

Agradecimentos!

Agradecimentos!

Em retribuição aos guias espirituais que estiveram em terra, escolho algumas palavras de agradecimentos. Grandiosos são os gestos de confiança que me atribuíram nesta casa abençoada (NEVE ) que me recebera de braços abertos há exatos um ano e trinta e dois dias.
Todos os dias de trabalhos foram de grandes expectativas, agonia, medo, pois o desejo era manutenção continua da vibração do terreiro. Mas toda sustentação necessárias era dada no momento da gira. A força que irradia desse conga é semi-igual. Como uma cascata, derrama sobre minha coroa luzes e gotas cristalinas, percorrendo todo meu perispírito, serenando todas minhas aflições e inseguranças, a fim de conduzir a gira através das cantigas e toques do Rum do atabaque. Posteriormente, esse turbilhão de emoções passa em segundos e tudo começa e termina bem.
Saudando, louvando e emocionado com a chegada da frota espiritual de caboclos, meus olhos vislumbram uma aldeia de capangueiros que estaciona uma grande nave dentro do recinto, transformando por algumas horas nossa morada numa grande oca.
Aos poucos nossa elite espiritual se aconchega, perfilados milimetricamente, riscam seus símbolos e pontos de forças, dizendo quem são estes e a que vieram. Prestar à caridade, conforto, cura e orientação. Aliviar nossas mentes de perseguições e dúvidas. Gentilmente transcrevem uma receita com um remédio infalível que cura todos os males, o AMOR.
Após a transmissão de suas mensagens, sempre educadamente e nos abençoam com seus brados, passes luminosos, quentes, leves e fraternais se despedem regressando para Aruanda.
Compondo a curimba, minha família, irmãos que engrandecem a todos com a presença, o cantar e soar dos couros, ora consagrados pelo Mestre Caboclo Pena Branca.
Ao fundo minha companheira me anima com o costumeiro olhar, belo sorriso que alicerça e tranquiliza minha mente e enche meu coração de alegria.
As horas passam em segundos e o fim de mais uma sessão de Umbanda termina, assim como o ano, assim como mais uma etapa em nossas vidas. Ficando para a jornada que vem o desejo solene de cumprir mais uma vez a missão que agora me confiam, de ser Ogã de Umbanda.

Ponto de Homenagem aos Ogãs
Que ponto lindo que vem lá de Aruanda
Meu Pai Xangô enviou para cantar

Que ponto lindo que vem lá de Aruanda
Meu Pai Xangô enviou para cantar

Eu cantarei com a força do meu guia
Com proteção e a benção de Oxalá

Eu cumprirei a missão, o meu destino.
E ser Ogã e na Umbanda trabalhar

Obrigado ao Pai José da Ilha de Cabo Verde, Pai Joaquim de Angola, Pai João de Arruda, Pai Francisco, Vovó Joaninha, Pai Baltazar, Caboclo Pedra Amarela, Caboclo Sete Pedreiras, Caboclo Pena Branca, Mestre Jangada e Tranca Ruas de Embaré e a toda espiritualidade pelas orientações e interferências em meu favor, protegendo-me dos males e abrindo meus caminhos.
Aos meus queridos irmãos e alunos que me prestigiam com sua paciência e tolerância, pois mais aprendendo com cada ali presente em sala de aula.
A Tenda de Umbanda Símbolo das Paz e os seus membros.
A família Núcleo de Curimba Tambor de Orixá, Mestre Severino Sena e mãe Cida Martins Sena, figuras ilustres, presentes e carinhosas.
Ao NEVE, Núcleo de Evolução e Valorização do Espírito, Pai José Antônio, Adriana Catelli, meus queridos irmãos da corrente mediúnica.
Minha mãe Raimunda e meus irmãos Adilson e Adriana e meus sobrinhos, Daniel, Vitória, Beatriz e Matheus.
Meus amigos e as famílias Doutor, Pedroso Maciel, Deleu, Yunes, Pucci, Freitas, Soares, Sebastião e todos aqueles que me faltam a memória, mas conservo o reflexo de suas amizades em meu coração.
Mais uma vez a Patricia de Freitas Doutor, que incansavelmente me amina, orienta, alegra meus dias. Nobre companheira que ativamente transborda em minha vida, carinho e amor.
E meu saudoso e amado Pai Ubaldo Cavalcante de Oliveira que nos observa silencioso e satisfeito por cada passo que damos em direção ao caminho do bem e ao próximo.

Ogã Hamilton Oliveira

Núcleo de Curimba Espaço do Ogã.



Nenhum comentário:

Arquivo do Espaço

O que tem no Espaço!

Ponto de Caboclo Flecheiro

Ponto de Caboclo Flecheiro

Ponto de Cabocla Jurema

Ponto de Cabocla Jurema